CAOS E COSMOS DO GÊNERO HUMANO E A PEDAGOGIA SISTÊMICA

  • Antônia Braz

Resumo

O artigo tem como objetivo discorrer sobre o cenário atual para o ensino/aprendizagem, suas implicações, reflexões, estratégias, metodologias, com destaque para a Pedagogia Sistêmica que aplica ideias da Constelação Familiar. O cotidiano é bastante exigente quando se refere ao amadurecimento e alocação do indivíduo no meio, muitas vezes saturado por paradigmas mal resolvidos e contrariedades que conduzem para conflitos internos, refletidos familiarmente e nos principais meios de convívio. O ambiente educacional é entre outros um dos mais exigentes e sacrificado por esses conflitos internos, muitas vezes agravados por tradições familiares de frustração, dificuldade ser e petições de comportamentos conflitantes. Para que uma transformação ocorra, é imprescindível que a formação ofereça oportunidades para a construção de competências de forma a aprimorar a qualidade e as potencialidades individuais nos mais diversos contextos educacionais. Esta investigação tem por finalidade discutir a formação de que proporcione aos estudantes, o desenvolvimento da competência linguístico-comunicativa por intermédio das competências profissionais e teóricas que são abordadas no texto. Sob tal perspectiva, buscou-se analisar como a sensatez poderia atuar na formação de discentes mais fortes e equilibrados emocionalmente, o que resulta em uma aprendizagem mais eficiente, sólida e tranquila. Por meio deste estudo, pode-se indicar que a reflexão acerca do processo e a aplicabilidade da Pedagogia Sistêmica, são formas significativas e relevantes para que os estudantes deixem de tratar isoladamente seus conflitos, aflições e dificuldades do curso e passem a relacionar informações advindas da teoria ao seu conhecimento, uma vez que os resultados obtidos apontam que a integração da teoria à prática possibilita-lhes mudanças significativas na aprendizagem, estimulando o engajamento no pensamento crítico desejável para a busca do crescimento educacional e pessoal contínuo.

Publicado
2020-03-16